Proper Uke Gata (Oguri Shihan)基本
(Kihon: Fundação, Base e Padrão/Standard)

Muitas pessoas falam sobre a importância de aprender o básico (Kihon) em nossa arte marcial.

– “Sem uma boa base…”, dizem.

– “Você não pode realmente alcançar um alto nível de habilidade”.

Na verdade, existem algumas pessoas que vão tão longe a ponto de dizer que é inútil treinar com Hatsumi Soke, porque ele está ensinando muito além do básico.

 

* (Acho oportuno acrescentar aqui que toda arte tem sua base em uma estrutura lógica, por mais selvagem e desconexa que algumas obras de artistas possam aparentar).

É fácil lembrar sobre a importância de aprender os fundamentos, mas a questão real é:

“Quais são os fundamentos?”

Quando alguém fala sobre os “conceitos básicos de Budo Taijutsu”, o que ele quer dizer? Ao que se referem? Se você perguntar a dez pessoas diferentes, sendo mais específico, sobre o que constitui a base, você obterá dez respostas diferentes. No entanto, por razões práticas, a verdade precisa ser mais simples.

O Critério para Determinar os Conceitos de Base

Se você deseja criar um modelo de ensino para dar a alguém um conjunto de elementos cruciais o plano seria “começar com o resultado em mente”. Tudo nesse modelo deveria estar relacionado ao produto final que você está procurando.

No caso de Bujinkan Budo Taijutsu o “fim” é Hatsumi Soke.

Assim, sendo o Hatsumi Sensei a definição de “Bujinkan”, então nosso objetivo é ter habilidades em taijutsu comparáveis a dele. Se você acredita ou não se isso é possível é irrelevante, se está tentando aprender (ou mais importante ainda, tentando ensinar) Bujinkan Budo Taijutsu, Hatsumi Soke é o seu modelo.

Assim, com Hatsumi como modelo, então tudo o que fazemos em nosso treinamento deve ser projetado para nos dar o mesmo conjunto de habilidades que ele tem. Se você está praticando movimento básico que parece ou faz se sentir muito diferente do movimento de Hatsumi Sensei – está errado!

Isso não quer dizer que não existem pessoas ensinando coisas úteis além do que Soke está ensinando. Alguns são fortes guerreiros fazendo as coisas à sua maneira, mas se nós estamos procurando ter o conjunto de habilidades de Soke, então temos de ser mais rigorosos na nossa definição.

Criando Hábitos

Vamos ver de forma lógica: por que você iria preparar o seu sistema nervoso com uma metodologia de movimentos que conscientemente terá que jogar fora e mudar completamente de rumo? Por exemplo: muitas pessoas sentem a prática de Sanshin e Kihon Happo com posturas largas e grandes movimentos, excessivamente exagerados, onde todo o corpo se move como um grande tijolo, por anos. Independentemente da técnica distância e/ou velocidade envolvida, é essencial para o desenvolvimento “bons fundamentos”. Eles dizem que futuramente você vai se livrar desses grandes movimentos e começar a usar os movimentos menores, mais refinados.

No entanto, seu sistema nervoso central já criou as vias neurais (hábitos) que seu corpo vai usar, tornando extremamente difícil apagar a sensação inadequada de tempo e distância que foi desenvolvida. Isso, é claro, vai acrescentar anos a quantidade de tempo que se leva para desenvolver o conjunto de habilidades de Hatsumi Soke, dando credibilidade à teoria de que leva-se 30 anos ou mais para alcançar um bom nível de habilidade e compreensão nesta arte!

* Este último parágrafo tem causado certa confusão a respeito da prática de certos movimentos.

Permita-me ser claro, não estou dizendo que não devemos praticar posturas largas e profundas! Claro que existem técnicas em nossa arte que requerem colocar os pés bem longes um do outro (por exemplo: Togakure ryu katas, alguns ukemi do TenChiJin, etc).

O que ESTOU DIZENDO é que devemos praticar todos os tipos de movimentos que iremos utilizar no treinamento. Isto significa praticar: Sanshin com a gama completa de posições de pé e ângulos de perna possíveis e ambos os pés parados em Shizen no Kamae, sendo capaz de flexionar profundamente os joelhos, quadris e tornozelos para um amplo Ichimonji no Kamae, onde a perna de trás está profundamente flexionada e a perna da frente estendida. E todas as combinações entre as duas!

Pessoalmente, realmente acho que devemos gastar mais do nosso tempo de prática em movimentos que encontramos frequentemente no treinamento (e isso varia de acordo com o indivíduo, bem como o dojo), uma vez que estamos tentando absorver estes padrões de movimento em nosso sistema nervoso.

Como Soke muitas vezes nos ensina, não devemos ser vítimas de nossos hábitos. Na verdade, nós precisamos ter tantas opções disponíveis quanto possível, a fim de encaixar de forma “adequada” em qualquer situação. Se nós só treinarmos um conjunto específico de maneiras de se mover, por mais poderoso e devastador que o movimento seja, nós perdemos essa capacidade.

Abordagem Baseada em Princípios (Principle-based Approach):

Depois de ter explicado algo da metodologia por trás do projeto de ensino eficiente, vamos também olhar para a ideia dos princípios. Um princípio é como um axioma matemático, deve ser consistentemente verdadeiro para ser um princípio. Por exemplo, na matemática podemos pensar na fórmula “se A + B = C, então C – B = A”. Esta é uma propriedade (principio) matemática, sempre verdadeira.

Similar ao uso da força muscular em Budo Taijutsu, se você nunca trabalhar o reflexo natural do corpo, em seguida, toda vez haverá tensão ou força aplicada ao seu corpo. Você vai reagir com tensão e força, o que cria um círculo vicioso de aumento das forças, em que a pessoa que é capaz de gerar a maior potência muscular ou força, nesse ponto, é que vai “ganhar” em técnica.

Portanto, um dos principais princípios (como constantemente sugeridos por Hatsumi Soke), é religação do seu sistema nervoso para responder de forma diferente quando o uso de força ou tensão for aplicada ao seu corpo (e, por extensão, à sua mente).

Então, vamos concordar que o propósito de aprender Bujinkan Budo Taijutsu, os conceitos de base (kihon) devem seguir o modelo atual de movimento de Hatsumi Sensei e que qualquer desvio destes princípios são ineficientes e, portanto, deve ser evitados.

Quais são as peças que compõem o Kihon?

Agora que temos o básico definido, precisamos dar uma olhada mais de perto dos elementos individuais que podem ser considerados: Kihon. Tome cuidado para não confundir o conjunto de técnicas conhecidas como “kihon happo” com o “kihon” (conceitos de base), pois são movimentos e métodos fundamentais de uso de corpo e armas.

Como foi explicado, para mim, pelos Dai Shihan Japoneses e aqui no Japão, e constantemente é ensinado por Hatsumi Soke, há várias áreas que precisamos ser consistentemente treinados.

Taihenjutsu (técnicas de movimentação corporal): Três fases principais:

  1. Mobilidade de corpo inteiro e fortalecimento.
  2. Ukemi Sozinho (mais do que apenas “rolar”, é sobre receber e lidar com a força gravitacional, enquanto caímos em todas as posições possíveis).
  3. Ukemi c/ Parceiro (recebendo e lidando com a força de um ataque de uma pessoa: chutes, socos, empurrões e puxões).

Controle de Distância (Distanciamento): Aprender consistentemente em como pôr-se em um local onde o seu adversário não pode prejudicá-lo, mas está livre para fazer o que for necessário naquele momento.

  1. Muto dori (Desarmado contra oponente armado de espada).
  2. Uke Kata
    1. Jodan Uke – Recepção Nível Superior.
    2. Chudan Uke – Recepção Nível Médio.
    3. Gedan Uke – Recepção Nível Baixo.

Golpeio: com e sem armas, começando desde a distância mais próxima possível, em seguida, praticar aumentando a distância.

Vamos olhar para estas três áreas um pouco mais em profundidade.

Título Original: What are the basics (kihon)?
Autor: Robert Renner (Bujinkan Zeropoint Dojo)
Fonte: http://zeropointbujinkan.com/2014/08/what-are-the-basics-kihon-2

 

Thank you very much for sharing with us Rob Renner!
Traduzido por: Pedro Henrique

* Este trabalho de tradução visa auxiliar praticantes que entendem a língua portuguesa. Também visa ajudar na difusão dos princípios fundamentais do Budō Taijutsu ensinado pelo Soke e os entendimentos dos instrutores em todo mundo. Como regra geral, tento sempre que possível aproximar ao máximo do original escrito, superando assim, as barreiras da tradução. Antes de efetuar o trabalho, os autores são consultados para obtermos a devida autorização. Por ser um trabalho humano, pode conter falhas de tradução. Dessa forma, se encontrar alguma, por favor, nos encaminhe pelos comentários. As opiniões expressas pelos autores são de sua inteira responsabilidade.

* The goal of translation of this post is to assist martial artists who understand Brazilian Portuguese. It also aims to assist in disseminating the basic principles taught by Soke of Budō Taijutsu with support of Bujinkan instructors worldwide. As a general rule, I try whenever possible to approximate to original writing, thus overcoming the barriers of translation. Before performing the work, authors are consulted to obtain their permission. Naturally, it can contain mistakes. Therefore, if you find any, please comment to us below. The opinions expressed by the authors are their own responsibility.

* El objetivo de la traducción de este post es para ayudar a los artistas marciales que entienden el portugués de Brasil. También tiene como objetivo ayudar en la difusión de los principios básicos impartidos por Soke del Budo Taijutsu con el apoyo de los instructores de la Bujinkan en todo el mundo. Como regla general, intento siempre que sea posible a la aproximación a la escritura original, superando así las barreras de la traducción. Antes de realizar el trabajo, los autores son consultados para obtener su permiso. Naturalmente, puede contener errores. Por lo tanto, si usted encuentra alguna, por favor, comente con nosotros abajo. Las opiniones expresadas por los autores son de su exclusiva responsabilidad.

Advertisements