Sensei em Saitama

Durante a aula, Sensei falou sobre Ishitobashi novamente (“Jogo da Pedra”) e fez muitas aplicações com Mutō Dori. A espada estava na mão do Uke ou Tori. Já cobrimos a complexidade da Mutō Dori neste blog, porque esta é a essência da Bujinkan.

Sensei muitas vezes refere-se a isto, mas ontem à noite foi ainda mais complexo do que antes. Mas temos que refrescar nossa memória antes de tentar explicar o que Sensei disse.

“Muitas pessoas pensam que Mutō Dori é sobre o adversário que empunha uma espada, enquanto você não tem nenhuma, mas não é o caso. Mesmo se tiver uma espada, Mutō Dori começa com o desenvolvimento da coragem para enfrentar um adversário com o “preparo” de quem não tem uma espada.

Isto significa que se não treinar exaustivamente o Taijutsu não obterá o conhecimento refinado da habilidade de Mutō Dori. Portanto, deve primeiro saber o propósito do caminho em seu treinamento. Se não tem consciência disso e prossegue no caminho de pensar que o treinamento de espada é apenas sobre cortar e perfurar, então há o perigo de percorrer o caminho da má espada. A espada aproveita a pura essência de dar vida – aquele que não consegue viver o caminho santo da espada segue de forma tola achando que a espada é apenas uma ferramenta para o corte. Os que assim o fazem nunca poderão atingir a iluminação. O Coração do Guerreiro é governado pela preparação e o Coração da Natureza ou Coração de Deus, é fundamental. O coração também governa o Kamae físico do guerreiro. Portanto, se não há unidade em espírito e corpo, nunca vai entender a razão de ser um artista marcial. Você não deixará vulnerabilidades ou aberturas (suki) se permanecer consistentemente preparado. (…)
Muitas pessoas não entendem completamente Mutō Dori e acreditam que é simplesmente o conhecimento de defesa contra ataques de espada, mas peço que entenda que é a mente e a habilidade de desarmar o adversário, mesmo quando empunham: Yari, Naginata, Bo, Shuriken ou Pistola.
Você deve entender a mente de “dez mil mudanças, sem surpresas” (“Banpen Fūgyō”) e atingir o conhecimento de Mutō Dori em resposta a variações infinitas. Obter o conhecimento do verdadeira Mutō Dori significa que ganhará a proteção dos deuses “. (1)

Este texto ecoa o Musō Ken do meu post anterior sobre Ishitobashi (2). Como não temos a intenção, nossos movimentos fluem de uma forma natural, como se inspirados pelos Deuses. Não há ego envolvido no processo.

Porque, como descobrimos quando se estuda a Tsurugi: “Mutō Dori é o Gokui, a essência do Budo. O Gokui sempre é simples e sem forma, em sua manifestação, mas é difícil torná-lo simples. Ao usar o Tsurugi os movimentos são o resultado de Taijutsu, nada mais. A lâmina se move por si só enquanto o que o corpo está criando no Kūkan. Como o mestre Zen Takuan disse: “Eu não vejo o inimigo, o inimigo não me vê” isso porque nós não tentamos fazer nada específico. Quando o contato é estabelecido, nós fluímos como a água, como se estivéssemos surfando em cima de ondas de intenção do Uke. A Tsurugi é apenas uma extensão metálica do nosso corpo. Nós não pensamos no movimento, nós não pensamos na arma, não pensamos sobre o adversário.” (3)

E este surf nas “ondas da intenção do uke” é outra maneira de explicar Ishitobashi. Ontem, Sensei enfatizou a importância dessas “bolsas de ar” (N.T.: boia ou colchão de ar para colocar em cima da água) entre as duas batidas na água quando a pedra pula. Estes Kūkan (“bolsas de ar”/”bóias”) são a chave, pois é entre esses toques/batidas que pode influenciar o resultado da luta.

Devo admitir que me senti perdido, neste momento na classe. Mas, então, ficou pior.

Sensei disse que Mutō Dori (無刀捕) não foi Mutō Dori! Em vez disso, disse que “Dori” que ele usou foi, de fato, “Kurai”, “冥”, algo obscuro, profundo, incompreensível. (4)

Na verdade, seus movimentos eram absolutamente incompreensíveis. Na volta para Kashiwa, no caminho, comecei a pensar muito sobre a aula. Vi alguma conexão com o conceito de Kurai Dori presente em cada Ryūha. Tecnicamente, significa “aproveitar a situação em todos os aspectos”.

Mas deixo meu amigo Pete Reynolds explicar melhor:

“Kurai Dori” é um conceito importante. Hatsumi Sensei falou frequentemente sobre isso, também a Andrew Young, mas o que é “Kurai Dori”? “Kurai Dori” significa literalmente “tomar uma posição”, mas esta é apenas uma dica do significado. Será que significa assumir um Kamae? Sim. Será que significa assumir um Kamae em relação ao seu (s) adversário (s)? Sim. Será que significa assumir um Kamae em relação ao seu (s) adversário (s) e também a objetos físicos ao redor? Sim. Existe uma parede ou uma janela atrás de você? Atrás de seu adversário (s)? Tem outras pessoas ou animais ao redor? Quais são as condições climáticas? Está chovendo? É dia ou noite? O sol está nas minhas costas? O vento? Qual é o efeito de todas estas coisas? Qual é a minha posição em relação ao meu ambiente? “Kurai Dori” são todas essas coisas e muito mais!

Seu ambiente é composto apenas de componentes físicos? E sobre o seu ambiente emocional? Seu chefe está tranquilo ou agitado? Seu esposo está feliz ou triste? Qual é o estado emocional de seu oponente? Está furioso? Legal e independente? Frenético? Qual é o meu estado emocional em relação a eles? Como tudo isso afeta as coisas? Isto também é “Kurai Dori”.

Sobre o seu ambiente espiritual… Tem um coração puro e benevolente ou você está espiritualmente oco? Seu espírito é forte? Sobre aqueles ao seu redor… Qual é a natureza do seu espírito? Bom, mau, fraco ou forte? Qual o efeito do espírito dos que estão seu redor tem sobre o seu e o seu sobre o deles?

Sim, “Kurai Dori” é tomar uma posição, mas é feito com consciência completa do seu ambiente em todos os níveis. “Kurai Dori” é a consciência e a compreensão que estabelece as bases para “Koppo.” (5)

Agora, as coisas fazem mais sentido, não é? Esta nova compreensão profunda de Mutō Dori (無刀捕) é Kurai Dori. Vamos ler novamente o Sensei:

“Muitas pessoas não entendem completamente Mutō Dori e acreditam que é simplesmente o conhecimento de defesa contra ataques de espada, mas peço que entenda que é a mente e a habilidade de desarmar o adversário, mesmo quando empunham: Yari, Naginata, Bo, Shuriken ou Pistola.” (1)

Como Sensei disse no domingo passado, não esteja preocupado com o ataque ou o atacante, seja corajoso e ande em direção ao inimigo até que seu corpo reaja de acordo com a situação. Mutō Dori (無刀捕) é ter a coragem de não pensar, enfrentar o perigo, naturalmente, com um corpo relaxado.

Mutō Dori (無刀捕) é o que o Bujinkan está ensinando. Seja criativo, seja espontâneo e nunca tenha medo. Se puder fazer, então estará trilhando o caminho para Takō (多幸), grande felicidade.

__________

  1. Este texto vem do livro de Hatsumi Sensei ” Japanese Sword Fighting “, páginas 64 e 65 (publicado em 2005 pela Kodansha International). Pode ler mais sobre em um posts anteriores:

* https://kumafr.wordpress.com/2013/06/05/muto-dori-hiden/
2. Post: https://kumafr.wordpress.com/2015/05/26/ishitobashi/

  1. Leia este Post completo: https://kumafr.wordpress.com/2013/05/08/muto-dori-is-buto-dori/
  2. 冥い くらい:
    a: (Normalmente escrito usando somente Kana) Escuro; sombrio;
    b: Escuro (na cor); maçante;
    c: Deprimido; Desanimados;
    d: Claro; desconhecido;
  3. Explicação por Pete Reynolds em: http://www.kihon.com/articles/kurai_dori_by_pete_reynolds.html

Título Original: Mutō Dori Is Not Mutō Dori
Autor: Arnaud Cousergue (Shiro Kuma´s Blog)
Fonte: https://kumafr.wordpress.com/2015/05/27/muto-dori-is-not-muto-dori

Thank you for share with us Arnaud Cousergue!
Traduzido por: Pedro Henrique

* Este trabalho de tradução visa auxiliar praticantes que entendem a língua portuguesa. Também visa ajudar na difusão dos princípios fundamentais do Budō Taijutsu ensinado pelo Soke e os entendimentos dos instrutores em todo mundo. Como regra geral, tento sempre que possível aproximar ao máximo do original escrito, superando assim, as barreiras da tradução. Antes de efetuar o trabalho, os autores são consultados para obtermos a devida autorização. Por ser um trabalho humano, pode conter falhas de tradução. Dessa forma, se encontrar alguma, por favor, nos encaminhe pelos comentários. As opiniões expressas pelos autores são de sua inteira responsabilidade.

* The goal of translation of this post is to assist martial artists who understand Brazilian Portuguese. It also aims to assist in disseminating the basic principles taught by Soke of Budō Taijutsu with support of Bujinkan instructors worldwide. As a general rule, I try whenever possible to approximate to original writing, thus overcoming the barriers of translation. Before performing the work, authors are consulted to obtain their permission. Naturally,  it can contain mistakes. Therefore, if you find any, please comment to us below. The opinions expressed by the authors are their own responsibility.

* El objetivo de la traducción de este post es para ayudar a los artistas marciales que entienden el portugués de Brasil. También tiene como objetivo ayudar en la difusión de los principios básicos impartidos por Soke del Budo Taijutsu con el apoyo de los instructores de la Bujinkan en todo el mundo. Como regla general, intento siempre que sea posible a la aproximación a la escritura original, superando así las barreras de la traducción. Antes de realizar el trabajo, los autores son consultados para obtener su permiso. Naturalmente, puede contener errores. Por lo tanto, si usted encuentra alguna, por favor, comente con nosotros abajo. Las opiniones expresadas por los autores son de su exclusiva responsabilidad.

Advertisements