Pedro Fleitas Dai Shihan. Portugal Taikai 2015 (Pedro Fleitas). Picture: Raquel Lavado.
Pedro Fleitas Dai Shihan. Taikai Portugal 2015 (Pedro Fleitas). Foto: Raquel Lavado.

Tivemos uma grande oportunidade de aprendizado em Portugal há algumas semanas atrás, o Taikai Portugal 2015 com Pedro Fleitas Dai Shihan. No primeiro dia, cheguei um pouco tarde, pois vinha de longe, o Taikai era em Lisboa e estou, pelo menos, 2 à 3 horas de lá. Foi uma grande oportunidade para aprender mais sobre: Tanbo Jutsu, Kusari Jutsu e Takagi Yoshin Ryu através de sua compreensão e inspiração.

Antes disso, conheci Pedro no Paris Taikai de 2015 e pude sentir o sabor de suas técnicas com Tanbo e Kusari lá e por isso estava muito empolgado para praticar e adicionar esses recursos ao meu repertório. Através desta aventura, esta de estar perto de tantos professores experientes de Budo Taijutsu, estou aprendendo muito. Mais do que técnicas, estou tendo a oportunidade de perceber suas maneiras de pensar e como sentem as coisas. Em minha opinião, a transmissão é muito importante e não foi diferente dessa vez.

Pedro Fleitas Dai Shihan teaching. Portugal Taikai 2015. Picture: Raquel Lavado.
Pedro Fleitas Dai Shihan ensinando. Taikai Portugal 2015. Foto: Raquel Lavado.

Todo mundo tem uma visão diferente do mundo, não há dúvidas. Não é diferente no mundo do Budo Taijutsu. Ainda assim, apesar de todas as diferenças, podemos ver facilmente que há uma conexão entre esses pontos de vista dos professores mais experientes, no núcleo, digo. Não só em termos de modo de pensar, mas o seu taijutsu também. Quando estudamos Ten Chi Jin Ryaku no Maki e as outras ferramentas do Budo Taijutsu, vemos claramente essas conexões. Também sinto que essa conexão que eles têm entre si (não falo só dos budoka Europeus), tem uma ligação muito forte com o que eu vi no Japão, quando fui lá. Isso é o que está me inspirando para ir esses eventos aqui. A transmissão é importante.

Este post é dedicado a Kizushi, exato, não Kuzushi. O que vimos lá, eu não posso descrever em palavras, da mesma forma que eu não conseguiria com o Taikai Paris 2015. O que posso fazer é compartilhar algumas ideias e minha própria impressão do que aconteceu lá (o que irá evoluir, provavelmente, no futuro e mudar). Então, basicamente, Pedro se divertiu flutuando no aespaço, enquanto caminhava no Kukan com suas ferramentas. Ele abriu espaço, criando muitas ilusões para seus Ukes e, em seguida, “bum” as coisas aconteciam. Ele falou um pouco sobre Kizushi, dizendo que devemos controlar o Ki do Uke, como em Kuzushi. Desequilibrando-o internamente.

[Ki]zushi. Portugal Taikai 2015. Picture: Raquel Lavado.
[Ki]zushi. Portugal Taikai 2015. Foto: Raquel Lavado.
Portugal Taikai 2015. Picture: Raquel Lavado.
Portugal Taikai 2015. Foto: Raquel Lavado.

Claro, não é exatamente uma questão técnica, mas sem palavras adequadas para descrever, poderíamos dizer: uma espécie de “técnica de setup” + “pós-técnica” (antes e depois da técnica em si). É complicado de explicar em palavras. Eu vi muitas dessas “técnicas de setup” no Taikai Paris 2015 também. Elas nos dão muitas vantagens de tempo, espaço e movimento ao lidar com os adversários. Enquanto ele fazia em mim, senti-me muito confuso em relação as minhas reações finais. Ele criou muitas ilusões onde eu me sentia capaz de reagir, mas milissegundos depois, minha realidade era completamente quebrada. Então, espero ser capaz de transmistir aos meus alunos em um oportunidade futura.

Portugal Taikai 2015. Picture: Raquel Lavado.
Portugal Taikai 2015. Foto: Raquel Lavado.
Portugal Taikai 2015. Picture: Raquel Lavado.
Portugal Taikai 2015. Foto: Raquel Lavado.

Gostaria de agradecer ao Pedro Fleitas Dai Shihan por compartilhar conosco os ensinamentos de Hatsumi Sensei, seus ensinamentos e também pelo o presente muito legal que recebi dele após Taikai! Também gostaria de agradecer a todos budoka/buyu de Portugal pela hospitalidade muito agradável e apoio em tudo que ocorreu no Taikai. Não estou mencionando nomes, porque gostaria de evitar esquecer alguém, algo que seria extremamente injusto. Realmente, muito obrigado! Foi uma experiência fantástica!

武風一貫
(Bufu Ikkan)

Pedro Henrique
2015

Advertisements